psych-office19_capa
Capa do décimo nono episódio.

#ThankPsychItsSaturday! E no quarto episódio da temporada, a fase 2 do Psych Office vêm a tona com diversas mudanças, pra deixar Woody e Buzz de cabelo em pé. De novos quadros até uma nova equipe, Henrick Peres, Erwin Kopp Xavier e Eduardo Sena te explicam tudo o que está acontecendo, discutem mais um episódio de Psych e te levarão aos mijos em mais um hilário episódio de nosso programa.

No décimo nono episódio do Psych Office, discutimos e opinamos sobre “Zero to Murder in Sixty Seconds“/”De Zero à Assassinato em 60 Segundos“, o episódio número dezenove de Psych. Neste episódio, Shawn e Gus ajudam Lassie a procurar quem roubou o carro de nosso detetive chefe, desencadeando uma série de eventos que revelam o submundo das oficinas de carros.

Por qual motivo Amaral, Lucas e Neto deixaram o Psych Office? Quem vai ser a nova equipe? Quais serão os novos quadros do programa? Porque o João Kleber marcou tanta presença neste episódio? Qual dos participantes assumiu algo constrangedor no ar? E como é a famosa versão do episódio perdido de Psych, em que Shawn encontra seu irmão? Descubra tudo isso e muito mais ouvindo ao mais novo episódio do Psych Office!


Reproduzir

Edição Final: Henrick Peres

Links relacionados ao programa:

Aproveite para assinar nosso feed no iTunes (também disponível em outros agregadores no Android) clicando aqui, ou acesse nossa página na iTunes Store para conferir todos os episódios do programa.

Gostou? Quer sugerir, corrigir, chutar o saco? Opine sobre nossas opiniões e sobre o projeto enviando um e-mail para psychbrasil@gmail.com que sua mensagem pode ser lida durante o próximo episódio!

Feedbacks sempre são bem-vindos, então além do endereço de e-mail, você também pode opinar sobre nosso programa através de comentários em nossas páginas no Facebook e no Twitter.

Nos encontramos em breve com mais um Psych Office!

  • Eduardo Cordeiro

    Esse tal de Eduardo, muito bom! Acho que ele deveria continuar…. hahaha

    • Menino bom. Pena que é broxa… precisa ter muita disposição pra velocidade cinco na gravação.

      • Eduardo Cordeiro

        Quem nunca né