psych-panel-4

Foi insano. Louco. Mas MUITO divertido. É assim que sempre podemos descrever os painéis de Psych, que ocorreram nos últimos cinco anos na Comic Con, o maior evento de entretenimento mundial. Este ano, quem foi responsável por apresentar o painel foi nosso querido Cary Elwes, mais conhecido por todos vocês como o ladrão de artes cavalheiro, Pierre Desperaux.

O painel começa com Cary chamando cada uma das estrelas ao palco: Corbin Bernsen, os produtores-executivos Chris Henze e Kelly Kulchak, o criador Steve Franks, Kirsten Nelson, Timothy Omudson, Maggie Lawson, Dulé Hill e, por fim, James Roday.

psych-panel-1

Após todos se sentarem (nem todos, Corbin ficou sem lugar e momentaneamente se sentou no palco do painel), aconteceu algo que todos os Psych’os esperaram à tempos: que o protagonista da série, James Roday, se juntasse a uma das redes sociais. O Twitter sempre foi o mais pedido, até por influência de Dulé Hill, twitteiro nato que já publicou diversos spoilers da série por lá, durante as filmagens. E aconteceu!

Nunca havia me juntado por ter medo. Mas agora eu perdi este medo! – diz James.

No palco, James se juntou ao twitter e escreveu sua primeira mensagem:

Twittem, twittem, meus queridos Psych’os. #Suckiiiiiiit

Outro que faltava se juntar à rede social era o criador da série, Steve Franks. E também aconteceu! Steve criou sua conta no Twitter, e então, Cary deu início a uma competição: verificar até o fim do painel quem teria mais seguidores na rede social.

Após isso, Cary fez algumas perguntas para o elenco. Uma delas foi “digam algo pessoal da vida de vocês“. Corbin revelou que têm medo de aranhas, e James disse que em uma viagem, levaria The Cure, Depeche Mode and Tears for Fears como mix-tape (seleção de músicas), para a viagem perfeita. Já Dulé foi convidado a citar alguns dos apelidos de Gus na série. MC Clap Yo Hadz, Gus “Sillypants” Jackson, Fellatio del Toro e Gee Butersnapps foram alguns dos citados. “Vocês não têm noção de como isso é vergonhoso“, afirmou Dulé.

psych-panel-3

Ao falarem sobre a oitava temporada, Franks revelou que o episódio “Dream Therapy“, agora sob o título “Nightmare on State Street” e dirigido por Roday, foi o vencedor da enquete popular online de “episódio que deveria se tornar realidade” no último ano da série.

Em seguida, é mostrado um clipe do episódio musical. Franks conta que desenvolveu a idéia deste episódio desde o Piloto da série, mas que percebeu que levaria no mínimo sete temporadas até ele ficar pronto. Finaliza a parte do musical dizendo que sabia que o projeto daria certo por já conhecer os antecedentes musicais de Dulé e Maggie, e que percebeu que James tinha uma ótima voz, pois Roday vivia cantando no chuveiro quando eles (Roday e Franks) tomavam banhos juntos.

Cary, então, pergunta à plateia quem assistiu um dia antes do painel a estréia de Psych: The Musical em um cinema local. Mais da metade da platéia levanta a mão com orgulho. E para os poucos que não conferiram o musical, Cary então pede para que James e Dulé interpretem uma parte de uma das músicas do episódio-filme. Ambos escolhem uma parte de “Santa Barbara Sky“, levando o público à êxtase!

psych-panel-2

As perguntas são abertas ao público. Um dos fãs pergunta: “se vocês pudessem pegar para si um objeto do set de filmagens, qual seria?“. Tim Omundson respondeu que levaria uma das armas de Lassie, Maggie diz que seu crachá de mesa da Det. Juliet O’Hara, e Dulé pegaria para si o Blueberry (melhor escolha!).

Outro fã pergunta se teremos mais episódios temáticos na série. Steve responde que “nunca fizemos um episódio envolvendo Londres, Harry Potter e um estilo de suspense igual ao do Guy Ritchie. Então juntamos tudo isso em UM só episódio, e ainda adicionamos Desperax. Será incrível!“. E é claro que a plateia foi a loucura.

Em seguida, outro fã pergunta qual o motivo do logotipo de Psych ter mudado de azul (na primeira temporada) para verde (todas as outras sete temporadas). Franks explica que ele foi desenhado em azul porque combina mais com Santa Barbara, uma cidade agitada por conta de praias e muita água. Mas, em algum ponto, o USA Network pediu para a equipe testar novas cores e acabaram ficando com o verde.

Após isso, outro fã pergunta se ainda teremos o retorno de McNab, ou se realmente a história dele foi concluída em Psych. James responde que McNab estará sim de volta na oitava temporada! E novamente a plateia vai ao delírio.

Um outro Psych’o pergunta à Maggie o que podemos esperar do relacionamento entre Shawn e Juliet na oitava temporada. “Após tudo o que aconteceu, acho que os fãs ficarão felizes. Será uma boa jornada“. Já uma criancinha pede para que James e Dulé fizessem ao vivo o melhor Suck It de todos! E James e Dulé não desapontaram, levando a plateia à altas gargalhadas (pareceu frase do narrador do Zorra Total agora).

Por fim, o último Psych’o a fazer perguntas questiona Dulé sobre qual a diferença entre o papel dele no famoso seriado dramático The West Wing, onde Dulé foi um dos protagonistas, e Psych, uma comédia. Dulé simplesmente respondeu que “em um, eu falo muito ‘Claro, Sr. Presidente’, e no outro eu falo muito “Shawn”, arracando muitas risadas de todo o elenco e os presentes.

Após o fechamento das perguntas, é exibido um vídeo com Psych-outs da oitava temporada, e Cary finaliza anunciando que James venceu a corrida por mais seguidores no Twitter: terminou o painel com mais de 6 mil seguidores, enquanto Steve tinha ultrapassado os mil “followers”.

A última novidade do evento foi a divulgação da data de estréia de Psych: The Musical: 15 de dezembro deste ano. O elenco sai ovacionado e Psych encerra sua jornada na Comic Con!

Curtiu? Quer ver tudo isso em vídeo? Então assista abaixo o painel completo de Psych na Comic Con 2013 e nos diga qual foi seu momento favorito do evento:

*Agradecimentos a nossa amiga de Israel, Riktal, que nos autorizou a utilizar seu vídeo!